*Superplayer !!! *

sábado, 25 de janeiro de 2014

*Poema do blog do amigo CARLOS SOARES !!! *




* Eu tenho um Q ... *


Eu tenho um Q de quase tudo... e de quase nada.
Um Q de emoção e de razão... mesmo sem razão.
Eu tenho um Q de despedida e de chegada.
Um Q de querido... um Q de esquecido.
Um Q de gênio, um Q de burro e um Q de louco.
Um Q de quero muito onde não tem nada, 
um Q de quero pouco onde tem tudo,
porque eu sou assim... 
a própria contradição nessa vida virada
que tem um Q de abstrata e concreta.
Tenho um Q de sim e um Q de não.
Tenho um Q de quase feliz e um Q de chorão.
Tenho um Q de poeta
e um Q de aprendiz,
mas é essa dúvida que me alimenta, me incrementa,
por isso, não abro mão
dessa rebeldia que me faz um rapaz incomum, 
e que simboliza a poesia que em mim se deu.
Eu tenho vários Q’s que se resumem em apenas um...
Um Q... de quem sou eu?


POSTADO POR (CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) ÀS 17:58

http://gvpoeta.blogspot.com.br/2014/01/eu-tenho-um-q.html

*AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII  !!! :))

6 comentários:

* Edméia * disse...


*Amigos, IDENTIFIQUEI-ME MUIIITOOO

com este poema do Carlos Soares !!!

*Meu Deus !!! O.O

✿ chica disse...

Também adorei esse poema do Carlos!!bjs praianos,chica

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Querida amiga. Eu também amei ver esse poema aqui. Que bom que se identificou com ele. Eu também me identifico muito com sua pessoa. Beijos mil. Muito Obrigado.
(facebook.com/carlos.beijaflor)

Malu Silva disse...

Edmeia, bom demais encontrar sua página no face. Grata pelo convite. A Sonia Silvino está tentando configurar meu blog, mas se voltar a postar será esporadicamente para não perder o contato com grandes amigos que fiz ao longo de 5 anos... Um enorme abraço. Sempre que der virei por aqui!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Ediméia. Conheci o seu blog quando li o seu comentário no blog do Carlos.
Certamente ele foi muito feliz nessa inspiração.
Senti que ele fala da dualidade da vida, não só da dele, das contradições que toda pessoa tem, de suas fases, seus ciclos, amei!
Que bom que postou em seu blog.
O Carlos mereceu que aqui estivesse sua poesia.
Beijos na alma e parabéns pelo seu espaço.
Fique com Deus!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Muito interessante. Pudemos ser
muito de uma coisa e pouco ou
nada de outra.
Gostei.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves