*Superplayer !!! *

sábado, 21 de maio de 2011

* Filhos : Americanos X Italianos !!! *

*Família Americana *





*Família Italiana *






* Podemos trocar “Italianos” por Latinos sem medo de errar .
È vero o non?
Sapete come sono i figli americani e come sono gli italiani?

Allora sentite bene:



Filhos Americanos: Saem de casa aos 18 anos com total apoio dos pais..

Filhos Italianos: Saem de casa aos 35 anos, depois de poupar o suficiente para comprar casa e pagar duas semanas de lua de mel quando casarem... Mesmo assim, mantém um quarto na casa dos pais para os fins-de-semana.



Filhos Americanos: Quando a mãe os visita leva um bolo, os filhos servem café e eles conversam.

Filhos Italianos: Quando a mamma os visita, leva comida para 3 dias, lava e passa roupa, limpa e arruma a casa.



Filhos Americanos: Os pais sempre avisam quando vão visitá-los e isto acontece só em ocasiões especiais.

Filhos Italianos: Eles nunca sabem quando os pais vão aparecer às oito da manhã de sábado e começar a podar as suas árvores frutíferas. E, se não houver árvores frutíferas, eles plantam.



Filhos Americanos: Sempre pagam aluguel e procuram nas páginas amarelas quando precisam de algum serviço.

Filhos Italianos: Ligam para os pais e tios, pedindo o telefone de outros pais/tios que possam saber do serviço que eles precisam



Filhos Americanos: Visitam os pais para comer um bolo com café - e fazem só isso, mais nada.

Filhos Italianos: Visitam os pais para tomar um café, comer bolo, antipasto, vinho, um bom prato de massa, carne, salada, pão, sobremesa, frutas, expresso e uns drinks após o jantar.



Filhos Americanos: Cumprimentam os pais com "Oi" e "Olá".

Filhos Italianos: Cumprimentam os pais com um grande abraço, beijos e tapinhas nas costas.



Filhos Americanos: Tratam os pais por sr. e srª.

Filhos Italianos: Tratam os pais por mamma e babbo..



Filhos Americanos: Nunca viram os pais chorar.

Filhos Italianos: Choram junto com os pais.



Filhos Americanos: Devolvem o que pedem emprestado aos pais em poucos dias.

Filhos Italianos: Ficam com as coisas que emprestam dos pais por tanto tempo que os pais esquecem que são deles.



Filhos Americanos: Quando o jantar acaba vão para casa.

Filhos Italianos: Quando o jantar acaba ficam horas conversando, rindo ou simplesmente confraternizando.



Filhos Americanos: Sabem pouco sobre os pais.

Filhos Italianos: Podem escrever um livro sobre os pais.



Filhos Americanos: Comem sanduíches de manteiga de amendoim, geléia e pão de forma branco.

Filhos Italianos: Comem sanduíche de salame, queijo colonial, pão caseiro, crostoli, conservas...



Filhos Americanos: Deixam você para trás se é isto que a maioria está fazendo.

Filhos Italianos: Não lhe abandonam mesmo que a grande maioria ache normal abandonar.



Filhos Americanos: São amigos do momento.

Filhos Italianos: São amigos por toda vida.



Filhos Americanos: Gostam de Rod Stewart e Steve Tyrell.

Filhos Italianos: Gostam de Laura Pausini e Andrea Bocelli



Filhos Americanos: Vão ignorar esta mensagem.

Filhos Italianos: Vão repassar per tutti gli amici oriundi.

(Autor Desconhecido)

6 comentários:

* Maria Edméia * disse...

*Queridos Amigos !!! *

*Bom diaaaaaaaaa !!!

*Recebi este texto de autoria

desconhecida através de um e-mail

de um amigo querido e gostei tanto

que decidi copiá-lo e postá-lo

aqui !!!

*Confesso que como boa latina,

brasileira, filha de pernambucana

com mineiro lá das Bocainas das

Minas Gerais, sou muito mais do

estilo dos filhos Italianos do que

do dos filhos Americanos !!!

Todavia, educo os meus filhos no

estilo da educação americana !

Acredito ser melhor assim e por

vários motivos !!!

*Amigos, desejo a todos vocês

um ÓTIMO final de semana !!!

*Fiquem com Deus.

*Um abraço.

Tati disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
filha, neta, bisneta de italianos! Esqueceram de comentar que, quando filhos e pais italianos conversam parecem estar brigando, de tão alto que falam! kkkkkk
Beijos.

Sergio Martins disse...

Olá meméia! Bacana essas informações, adorei! Você inha me perguntado meu signo; sou de capricórnio. Bjs; boa semana!

MARCELO DALLA disse...

rrsrsrsrs pior q tem tudo a ver mesmo!!! Querida, vi seu coment lá no blog e passei pra avisar que essa semana vai ter aula de astrologia! Caso se interesse:
http://marcelodalla.blogspot.com/2011/05/aula-de-astrologia-no-anima-mundhi-sao.html

Tá feito o convite! :)))
bjosssssss

Vanuza Pantaleão disse...

Amiga queridaaaaaa [risos]!
Voltando das férias e já curtindo essa maravilha de post.
É por aí mesmo, nós latinos temos sangue nas veias...agora, cá entre nós, têm povos por aí que...hummmm, sei não!
Beijos nesse lindo coração, Meméia!
Te adoro!!!
Guilherme também!

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog ponto final. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs


Narroterapia:
Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.
http://narroterapia.blogspot.com/