* O Ventríloquo *

Um jovem ventríloquo estava fazendo um espetáculo num bar de uma cidade do interior. Exibia

seu repertório habitual sobre a burrice das loiras, quando uma loiraça sentada na quarta mesa

se levantou e disse:

- Já ouvi o suficiente das suas piadas a denegrir as loiras, seu idiota.

O que é que o faz pensar que pode estereotipar as mulheres dessa maneira?

O que é que tem a ver os atributos físicos de uma pessoa com o seu valor como ser

humano?

São homens como você que impedem que mulheres como eu sejam respeitadas no

trabalho e na comunidade, o que nos impede de alcançar o pleno potencial como

pessoa. Por sua causa e por causa das pessoas da sua laia perpetua-se a

discriminação, não só contra as loiras, mas contra as

mulheres em geral... tudo em nome do humor!

Confuso, o ventríloquo começou a pedir desculpas, e a loira diz:

- O senhor não se meta. Estou falando com esse moleque que está sentado no seu colo!

Comentários

Ernani Netto disse…
Adoro ler aqui!

Uma delícia! Sempre bom!

Bjaum
auhauahua, a loira tava indo tao bem
Anne Lieri disse…
Que graça de texto!Pobres das loiras...sempre elas...rsss...abraços,
João Menéres disse…
Realmente as loiraças até são inteligentes !!!

Postagens mais visitadas deste blog

*Relembrando : * O Pescador e o Banqueiro *

*Brincadeira de Criança *