*Superplayer !!! *

sábado, 27 de dezembro de 2008

* É preciso andar *

É preciso andar
Se guardar
Se achar
Nestes espaços
Que ainda restam
Entre o que sou
E o que dizem que sou
Chamar-me pelo nome
Para não esquecer
As coisas nas quais creio
As razões reais
Pelas quais vivo.
É preciso estar sempre
Na sombra que há
Entre a luz verdadeira
E os refletores
Que nos fazem crer
Seja luz
Guardar segredos
Sem esquece-los
Encontrar caminhos
Sem se perder por isso.
É preciso insistir
Ser gente dá trabalho
Ser nada faz a vida
Ser vazia e sem razão.

Cosmo Palasio de Moraes Jr.

Nenhum comentário: